Corinthians - História
   1910 - 1912
 Visite o Blog!
 Escolha o período  da história
 1910 à 1912
 1913 à 1939
 1940 à 1954
 1955 à 1976
 1977 à 1989
 1990 à 2005
 2006 à 2013
 2014 à 2017
 Home
 Corinthians
 Todos os Jogos
 Últimos Jogos
 Próximos Jogos
 História
 Títulos
 Jogos Históricos
 Ídolos
 Escudos
 Curiosidades
 Hino
 + Corinthians
 Blog
 Mais Futebol
 Almanaque das
 Copas
 Todos os Jogos
 das Copas
 O Autor
 Quem sou
 Contato
 Minhas fotos
 Reconhecimento
 Colaboradores
 Outros Sites
 Site Oficial
 Outros Links

Compartilhe:

1910 à 1912 - Um começo difícil


Escolha um ano: 1910 | 1911 | 1912


1910

6 de agosto de 1910. Porto de Southampton, Inglaterra. Embarcava para o Brasil uma delegação de futebolistas britânicos, na maioria estudantes de famosas universidades, como Oxford e Cambridge. Era o Corinthian Football Club.

Vinha ao Brasil a convite do Fluminense, do Rio de Janeiro, para uma série de jogos amistosos.

E na então Capital do Brasil, onde desembarcaram no dia 21 de agosto, três goleadas: 10 x 1 contra o Fluminense; 8 x 1 contra os Cariocas; e 5 x 2 sobre um combinado brasileiro.

Depois dos jogos na Capital, vieram para São Paulo, para outros três jogos: A. A. Palmeiras, Paulistano e São Paulo Athletic.


O escudo do Corinthian Team

No primeiro jogo, 31 de agosto, contra o A. A. Palmeiras, um belo futebol e vitória por 2 a 0. Foi nesse dia que começou a nascer o Corinthians Paulista.

Alguns operários, que já tinham se reunido com o intuito de fundar um time de futebol, assistiram a essa vitória do time inglês e ficaram impressionados com a qualidade do futebol apresentado.

Como esses rapazes eram apenas cinco, resolveram convidar outros rapazes do bairro.

Algumas reuniões já tinham acontecido no salão do barbeiro Salvador Bataglia, mas o time ainda não tinha nome. Alguns foram sugeridos, como Santos Dumont, mas não tinham chegado a um acordo.

Até que Joaquim Ambrósio, um dos que assistiram a bela atuação do time inglês, sugeriu "Corinthians". Miguel Bataglia, nosso primeiro presidente, completou: "Sport Club Corinthians Paulista".

E assim, em 1º de setembro de 1910, enquanto o Cometa Halley causava alvoroço na população, sob a luz de um lampião, na esquina da rua dos Italianos com a rua José Paulino, com as presenças dos cinco idealizadores Antônio Pereira, Joaquim Ambrósio, Anselmo Corrêa, Carlos Silva e Rafael Perrone e mais outros oito sonhadores (Alexandre Magnami, Felipe Averna Valente, Miguel Sottile, João da Silva, Salvador Lopomo, João Morino, César Nunez e Miguel Bataglia (que seria o primeiro presidente)), foi fundado o Sport Club Corinthians Paulista.

Só para constar: o time inglês também venceu os outros dois jogos: 5 x 0 sobre o Paulistano e 8 x 2 sobre São Paulo Athletic.

Após o nome aprovado, seguiu-se a escolha da cor do uniforme. Decidiram-se pela camisa bege e calção branco. Porém, como após as lavagens o bege acabava desbotando, a cor da camisa foi substituída pelo branco por sugestão da lavadeira, em 1912. O calção passou a ser preto.

Ver "Curiosidades - Uniforme".

Voltando para noite da fundação, ao fim da reunião, Miguel Bataglia profetizou: "O Corinthians será o time do povo e o povo é quem vai fazer o Corinthians".


Miguel Bataglia, o primeiro presidente


Reprodução do jornal "O Comércio de São Paulo" noticiando a fundação do Timão.
Um agradecimento especial ao jornalista Celso Unzelte, por me disponibilizar a imagem.

O clube estava formado, o nome já havia sido escolhido. Faltava o campo. Porém, para aqueles rapazes cheios de entusiasmo, nada era difícil. Voltaram então suas visitas para um terreno situado nos fundos de um lenheiro, ali mesmo no Bom Retiro, onde hoje se encontram localizadas as ruas Ribeiro de Lima, Prates e José Paulino. Era o conhecido "Campo do Lenheiro", considerada a primeira casa do Timão, onde jogou até 1912.

Ver "Curiosidades - As nossas "Casas".

Esse terreno foi alugado. Pagariam 30 mil réis por mês! Não era pouco para um clube que acabava de ser fundado. Mas aqueles jovens cheios de vontade, saberiam como arcar com aquela responsabilidade.

Depois de comprar uma bola, que custou 6 mil-réis e foi paga graças a uma vaquinha entre os moradores do bairro, e fazer o primeiro treino, o Corinthians marcou o primeiro jogo, contra o União da Lapa, que na época era o bicho-papão da várzea paulistana. O jogo foi marcado para o dia 10 de setembro de 1910. A primeira equipe do Timão jogou assim: Valente, Perrone e Atílio; Lepre, Alfredo e Police; João de Silva, Jorge Campbell, Luiz Fabi, César Nunes e Joaquim Ambrósio.

O Corinthians perdeu por 1 a 0. Uma derrota com sabor de vitória.

Ver "Jogos Históricos - Corinthians 0 x 1 União da Lapa - O primeiro jogo".

Animado com o seu primeiro jogo oficial, o Corinthians marcou um novo amistoso. No dia 14 de setembro, jogando pela primeira vez no Campo do Lenheiro, o clube desafiou o Estrela Polar, temível time da várzea.

Mesmo jogando contra uma forte equipe, o Corinthians não se intimidou e ganhou o jogo por 2 a 0. Luiz Fabi foi o homem que marcou o primeiro gol da história do Corinthians. O segundo gol foi marcado por Jorge Campbell.

Ver "Jogos Históricos - Corinthians 2 x 0 Estrela Polar - A primeira vitória".

1911

Já em 1911, o Corinthians enfrentou novamente o União da Lapa e se vingou de sua primeira derrota: venceu o ex-bicho-papão por 3 x 1.

No mesmo ano, o Corinthians realizou a sua primeira partida fora da cidade de São Paulo. No dia 17 de setembro, o Corinthians enfrentou a Ponte Preta, em Campinas, e venceu por 1 x 0.

Aos poucos, o Timão passou a ficar popular e ser um dos grandes da várzea paulistana.

1912

Em 1912, há registros de 10 jogos, mas apenas 1 com o resultado encontrado: Corinthians 2 x 0 Minas Gerais, no dia 03 de novembro.

Nesse ano, aliás, o Corinthians conquistou a sua primeira taça. Mas não foi através do futebol. Em 29 de dezembro de 1912, Batista Boni, João Colina e André Lepre conquistaram a taça Unione Viaggiatori Italiani, em uma prova de pedetrianismo.


A primeira taça da história do Timão
(Foto: Arquivo Victor Hugo)

Dali para frente, começariam os anos de glórias...

1913 à 1939: Três décadas. Três Tri's


Compartilhe:

Voltar para o início da página


1910 à 1912: Um começo difícil

1913 à 1939: Três décadas. Três Tri's

1940 à 1954: O ataque dos 100 gols

1955 à 1976: O jejum e a Invasão

1977 à 1989: O fim do jejum e a Democracia

1990 à 2005 : Anos dourados

2006 à 2013: Da queda ao Bi Mundial

2014 à 2017: Nova Casa. Novos Tempos



Home  |  Todos os Jogos  |  História  |  Títulos  |  Jogos Históricos  |  Ídolos  |  Escudos  |  Curiosidades  |  Hino  |  + Corinthians  |  Blog  |  Mapa do Site

Quem sou  |  Contato  |  Minhas Fotos  |  Reconhecimento  |  Colaboradores  |  Créditos e Agradecimentos
© 2007 - 2016 Victor Hugo Brizotto Garcia

Envie seu comentário, crítica ou sugestão para contato@todopoderosotimao.com Curta o Todo Poderoso Timão no Facebook!
Siga o Todo Poderoso Timão no Twitter!
Siga o Todo Poderoso Timão no Instagram!