Corinthians - Títulos
   Campeonato Paulista - 2019
TODOS OS JOGOS ÚLTIMOS JOGOS PRÓXIMOS JOGOS HISTÓRIA TÍTULOS JOGOS HISTÓRICOS ÍDOLOS ESCUDOS CURIOSIDADES HINO
 CAMPEONATO
 PAULISTA
 1914
 1916
 1922 / 1923 / 1924
 1928 / 1929 / 1930
 1937 / 1938 / 1939
 1941
 1951 / 1952
 1954
 1977
 1979
 1982 / 1983
 1988
 1995
 1997
 1999
 2001
 2003
 2009
 2013
 2017 / 2018 / 2019
 RIO - SÃO PAULO
 1950
 1953 / 1954
 1966
 2002
 COPA DO BRASIL
 1995
 2002
 2009
 CAMPEONATO
 BRASILEIRO
 1990
 1998
 1999
 2005
 2011
 2015
 2017
 CAMPEONATO
 BRASILEIRO SÉRIE B
 2008
 LIBERTADORES DA
 AMÉRICA
 2012
 RECOPA
 SUL-AMERICANA
 2013
 MUNDIAL DE
 CLUBES
 2000
 2012
 PRQUENA TAÇA DO
 MUNDO
 1953
 OUTROS TÍTULOS
 CORINTHIANS
 TODOS OS JOGOS
 ÚLTIMOS JOGOS
 PRÓXIMOS JOGOS
 HISTÓRIA
 TÍTULOS
 JOGOS HISTÓRICOS
 ÍDOLOS
 ESCUDOS
 CURIOSIDADES
 HINO
 + CORINTHIANS
 MAIS FUTEBOL
 ALMANAQUE DAS
 COPAS
 TODOS OS JOGOS
 DAS COPAS
 O AUTOR
 QUEM SOU
 CONTATO
 MINHAS FOTOS
 RECONHECIMENTO
 COLABORADORES
 OUTROS SITES
 SITE OFICIAL
 OUTROS LINKS

Compartilhe:

Campeonato Paulista - 2019

A conquista do Paulistão de 2019 entrou para a história do Corinthians como o seu 4º Tri Paulista.

Tri em 1922/23/24, 1928/29/30 e 1937/38/39, o Timão demorou 80 anos para ser Tricampeão Paulista novamente.

E Carille foi ainda mais longe: conseguiu o feito de ser o técnico das três conquistas, o que não ocorria há 95 anos, no primeiro Tri, com Guido Giacominelli.

Deixando esses fatos históricos de lado, a campanha foi bem sofrível.

O regulamento era o mesmo dos anos anteriores: 4 grupos de 4 times. Todos jogam contra todos dos outros grupos. Os dois melhores de cada grupo de enfrentam nas Quartas de Final.

O começo foi péssimo. Com 2 derrotas e 1 empate em 4 jogos, o Corinthians fazia o seu pior início de século. Para diminuir um pouco a crise, vitória sobre o Palmeiras, mais uma vez na casa deles.

Na Primeira Fase, foram 6 vitórias, 3 empates e 3 derrotas.

Dessas 6 vitórias, pasmem: todas por apenas 1 gol de diferença.

Para ver o "copo meio cheio": dessas 6 vitórias, duas foram em clássicos: 1 x 0 contra o Palmeiras, no Allianz (com gol do criticado Danilo Avelar), e 2 x 1 contra o São Paulo, na Arena. Somando o empate contra o Santos, também na Arena, o Corinthians terminou a Primeira Fase da competição invicto contra os grandes de São Paulo.

Em primeiro lugar no grupo ao final da fase inicial, o Corinthians se classificou para as Quartas para enfrentar a Ferroviária.

Quartas de Final

O tradicional time de Araraquara mandou o primeiro jogo em casa, no Estádio Fonte Luminosa. Com o empate em 1 x 1 (com Gustagol empatando aos 42 do 2º tempo, após bela jogada de Clayson), o Corinthians se viu tranquilo para garantir fácil a classificação para a semifinal jogando em casa. Mas se nada é fácil para o Corinthians quando joga um bom futebol, imagina quando não joga?

No jogo de volta, dia 27 de março, até parecia que seria tranquilo. Aos 33 minutos do primeiro tempo, Junior Urso abre o placar para o Timão após boa jogada de Clayson (de novo).

Mas o empate viria aos 14 minutos do segundo tempo, deixando o jogo tenso. O Corinthians foi para cima, mas não conseguiu a vitória que garantiria a classificação. Então vamos para os pênaltis...

O time do inteior começou cobrando.

Tony: pra fooora!!!
Gustagol: goool!

Thiago Santos: Cááássio!
Clayson: goool!

Uilliam: gol.
Danilo Avelar: pega o goleiro.

Higor Meritão: gol.
Boselli: gool!

Tadeu: gol.
Pedrinho: gol, vitória nos pênaltis por 4 x 3 e classificação para para a semifinal!

Semifinal

O adversário da semifinal foi o badalado Santos de Sampaoli.

Como teve mellhor campanha, o clube da baixada decidiria em casa, no caso, o Pacaembu. Segundo a opinião dos comentaristas e entendedores, tinha pequeno favoritismo no confronto.

O Corinthians sabia que tinha fazer um bom resultado no primeiro jogo, disputado no dia 31 de março, na Arena.

E por isso mesmo foi pra cima e abriu o placar logo aos 3 minutos, em cabeceio do zagueiro Manoel. Mas a vantagem durou pouco. O Santos empatou 5 minutos depois, após falha de Cássio.

Mas Clayson, o melhor jogador do Timão na fase de mata-mata, marcou o segundo do Timão aos 31 do primeito tempo.

No segundo tempo, apesar dos dois times buscarem o gol, não houve alteração no placar: 2 x 1 e uma pequena vantagem adquirida para o segundo jogo.

O dia 08 de abril de 2019, data que marcou o aniversário de 1 ano da conquista do Paulistão de 2018, na casa do rival Palmeiras, não será lembrada com muito orgulho pela torcida corinthiana.

O Corinthians simplesmente se abdicou de jogar. Escolheu esperar o Santos e apostar no contra-ataque. Mas a realidade foi bem mais dura. O Corinthians foi amassado pelo Santos e não conseguiu armar nenhuma jogada de contra-ataque. Cássio foi o grande nome do jogo, que teve a primeira etapa empatada em 0 x 0.

Apesar da postura, digamos, covarde (ruim dizer isso, mas é a verdade), o time estava conseguindo o objetivo de segurar o empate. Mas não é possível segurar tanto tempo sem sofrer a punição.

Após várias defesas difíceis de Cássio, o Santos abre o placar aos 40 do 2º tempo. O Corinthians tinha quase 10 minutos para continuar se segurando e levar a decisão novamente para as penalidades máximas. E conseguiu. Agora era confiar mais uma vez na estrela do seu gigante goleiro.

O Timão começou as cobranças.

Boselli: pega Vanderlei.
Rodrygo: gol.

Vagner Love: goool!
Kaio Jorge: na traaave!

Ramiro: goool!
Solteldo: gol.

Júnior Urso: goool!
Carlos Sánches: gol.

Fagner: goool!
Derlis González: gol.

Com 4 x 4 nas primeiras cobranças, vamos para as cobranças 1 a 1.

Sornoza: goool!
Diego Pituca: gol.

Danilo Avelar: goool!
Alison: gol.

Henrique: goool!
Victor Ferraz: na traaave!

Placar final: 7 x 6 para o Timão e mais uma final garantida!

O adversário: o São Paulo, que eliminou o favorito Palmeiras nos pênaltis, após dois "0 x 0".

Final

Corinthians e São Paulo voltaram a se enfrentar em uma final de Campeonato Paulista depois de 16 anos (2003 também foi a última final de estadual disputada pelo rival do Morumbi).

O primeiro jogo, disputado no dia 14 de abril no Morumbi, foi sem grandes emoções. O Corinthians segurou as investidas do São Paulo e arrancou um empate sem gols.

O jogo decisivo, disputado no dia 21, já mostrou logo de cara o clima: recorde de público da Arena, com 46.481 pagantes (46.903 público total), renda de R$ 5.014.8884,00.

Dentro de campo, o Corinthians começou procurando o gol, mesmo que timidamente.

Aos 30 minutos, Sornoza cobra escanteio, Ralf ganha no alto e toca para o criticado (já falei isso aqui, né?) Danilo Avelar abrir o placar para o Timao!

O Corinthians teve ao menos duas chances claras de ampliar o placar, mas não foi eficiente. E aí o castigo veio... no último minuto do primeiro tempo, logo após perder uma chance clara de gol, o São Paulo empata o jogo e deixa tudo aberto novamente.

O segundo tempo foi bem mais nervoso e truncado. O Corinthians dominava as ações do jogo, mas sem levar perigo..

Aos 20 minutos, Love entra no lugar de Pedrinho, que vinha bem no jogo. E aos 43 minutos, quando todos esperavam pelos pênaltis, Sornoza faz um espetacular cruzamento para Love, que chuta de primeira para fazer o gol do título e do delírio da Fiel!

O Corinthians ainda perdeu um contra-ataque incrível com Clayson e Boselli para matar o jogo, mas não tinha tempo para mais nada!

CORINTHIANS 30 vezes CAMPEÃO PAULISTA, aliás TRICAMPEÃO, feito que não ocorria desde 1937/38/39.

E a conquista fez aumentar a enorme freguesia do São Paulo frente ao Timão: em 9 mata-mata's no século, o Corinthians venceu todos!

Ver "Jogos históricos - Corinthians 2 x 1 São Paulo - Campeonato Paulista de 2019"

Os artilheiros do Timão na competição foram Danilo Avelar e Gustavo, com 4 gols cada.

Na Seleção do Paulistão, quatro nomes: Cássio, Danilo Avelar, Júnior Urso e Gustavo. Cássio também foi eleito o Craque da Galera.


Em pé: Manoel, Ralf, Henrique, Carlos Augusto, Danilo Avelar, Cássio, Marllon, Pedro Henrique, Walter, Richard, Michel Macedo e Araos
Agachados: Boselli, Gustavo, Pedrinho, Jadson, Ramiro, Love, Clayson, Sornoza, Fagner, Régis e Mateus Vital.
Destaque: Júnior Urso.


O jornal do dia seguinte
(Foto: Arquivo Victor Hugo)


O troféu do Paulistão de 2019
(Foto: Divulgação)

Campanha - Campeonato Paulista de 2019
1ª Fase
20/01/2019 Corinthians 1 X 1 São Caetano
23/01/2019 Guarani 2 X 1 Corinthians
26/01/2019 Corinthians 1 X 0 Ponte Preta
30/01/2019 Corinthians 0 X 2 Red Bull
02/02/2019 Palmeiras 0 X 1 Corinthians
10/02/2019 Novorizontino 1 X 0 Corinthians
17/02/2019 Corinthians 2 X 1 São Paulo
24/02/2019 Botafogo 0 X 1 Corinthians
02/03/2019 São Bento 1 X 1 Corinthians
10/03/2019 Corinthians 0 X 0 Santos
17/03/2019 Corinthians 1 X 0 Oeste
20/03/2019 Ituano 0 X 1 Corinthians
Quartas de final
24/03/2019 Ferroviária 1 X 1 Corinthians
27/03/2019 Corinthians 1 X 1 Ferroviária
Semifinal
31/03/2019 Corinthians 2 X 1 Santos
08/04/2019 Santos 1 X 0 Corinthians
Final
14/04/2019 São Paulo 0 X 0 Corinthians
21/04/2019 Corinthians 2 X 1 São Paulo

Campanha - Campeonato Paulista de 2019
J V E D GP GC
18 8 6 4 16 13


Compartilhe:

Voltar para o início da página


HOME  |  TODOS OS JOGOS  |  HISTÓRIA  |  TÍTULOS  |  JOGOS HISTÓRICOS  |  ÍDOLOS  |  ESCUDOS  |  CURIOSIDADES  |  HINO  |  + CORINTHIANS  |  MAPA DO SITE

QUEM SOU  |  CONTATO  |  MINHAS FOTOS  |  RECONHECIMENTO  |  COLABORADORES  |  CRÉDITOS E AGRADECIMENTOS

© 2007 - 2019 VICTOR HUGO BRIZOTTO GARCIA

Envie seu comentário, crítica ou sugestão para contato@todopoderosotimao.com Curta o Todo Poderoso Timão no Facebook!
Siga o Todo Poderoso Timão no Twitter!
Siga o Todo Poderoso Timão no Instagram!