Corinthians - Títulos
   Campeonatos Paulista - 1951/52
TODOS OS JOGOS ÚLTIMOS JOGOS PRÓXIMOS JOGOS HISTÓRIA TÍTULOS JOGOS HISTÓRICOS ÍDOLOS ESCUDOS CURIOSIDADES HINO
 CAMPEONATO
 PAULISTA
 1914
 1916
 1922 / 1923 / 1924
 1928 / 1929 / 1930
 1937 / 1938 / 1939
 1941
 1951 / 1952
 1954
 1977
 1979
 1982 / 1983
 1988
 1995
 1997
 1999
 2001
 2003
 2009
 2013
 2017 / 2018 / 2019
 RIO - SÃO PAULO
 1950
 1953 / 1954
 1966
 2002
 COPA DO BRASIL
 1995
 2002
 2009
 CAMPEONATO
 BRASILEIRO
 1990
 1998
 1999
 2005
 2011
 2015
 2017
 CAMPEONATO
 BRASILEIRO SÉRIE B
 2008
 LIBERTADORES DA
 AMÉRICA
 2012
 RECOPA
 SUL-AMERICANA
 2013
 MUNDIAL DE
 CLUBES
 2000
 2012
 PRQUENA TAÇA DO
 MUNDO
 1953
 OUTROS TÍTULOS
 CORINTHIANS
 TODOS OS JOGOS
 ÚLTIMOS JOGOS
 PRÓXIMOS JOGOS
 HISTÓRIA
 TÍTULOS
 JOGOS HISTÓRICOS
 ÍDOLOS
 ESCUDOS
 CURIOSIDADES
 HINO
 + CORINTHIANS
 MAIS FUTEBOL
 ALMANAQUE DAS
 COPAS
 TODOS OS JOGOS
 DAS COPAS
 O AUTOR
 QUEM SOU
 CONTATO
 MINHAS FOTOS
 RECONHECIMENTO
 COLABORADORES
 OUTROS SITES
 SITE OFICIAL
 OUTROS LINKS

Compartilhe:

Campeonatos Paulista - 1951/52

1951

Rato treinou a equipe durante todo o Campeonato Paulista de 1951 e conseguiu dar uma grande alegria para a torcida corintiana, quando levou o Timão ao título estadual. Façanha que o clube não alcançava desde 1941.

Nunca, em toda a história, o Corinthians teve um ataque tão forte e arrasador quanto o do Paulistão de 51. Com Cláudio, Luizinho, Baltazar e Carbone, o Timão passou como um rolo compressor em cima de seus adversários e alcançou a incrível marca de 103 gols em apenas 28 partidas. Até então, apenas o Santos, em 1927, havia ultrapassado a marca dos 100 gols.

Com uma campanha quase perfeita, o Timão não encontrou qualquer equipe que pudesse tirar do Parque São Jorge o esperado título paulista. Nos 28 jogos, o alvinegro venceu 24 e perdeu apenas dois.

Um deles, no entanto, arranhou um pouco a imagem da vitoriosa campanha. No dia 25 de novembro, a Portuguesa bateu o Timão por 7 a 3 no Pacaembu. O goleiro Gilmar saiu de campo acusado como o culpado pela derrota. Assim, o futuro bicampeão do mundo foi barrado do time e só voltou em 1952. Entre as goleadas a favor, o Corinthians aplicou um 9 a 2 no Comercial, 7 a 1 no Jabaquara, 7 a 2 no Juventus e ainda 4 a 0 no São Paulo, time que o Corinthians não vencia havia cinco anos.

No jogo decisivo, mais um show corintiano. Jogando no Pacaembu, contra o Guarani, ganhou por 4 a 0 e sagrou-se campeão com duas rodadas de antecipação.

Na última rodada, para fechar com chave de ouro a conquista, o Corinthians derrotou o rival Palmeiras por 3 a 1.

O atacante Carbone, autor do centésimo gol, terminou o campeonato como principal artilheiro, ao anotar 30 gols.

Além de Carbone, mais dez jogadores colaboraram para que a equipe chegasse a inédita marca dos 103 gols: Baltazar, com 24 gols; Cláudio, 18; Luizinho, 13; Jackson, 10; Colombo e Nelinho, com dois cada; e Idário, Mário, Roberto e Sula, com um gol cada.

1952

Embalado com a magnífica conquista, o Corinthians começou o ano seguinte disposto a repetir a mesma façanha do Paulistão de 1951.

Como contava com a mesma equipe, o sonho não parecia ser impossível. Esforçados, os jogadores até tentaram, mas não conseguiram chegar a marca dos 103 gols novamente. Porém, chegaram perto: em 30 jogos, a equipe fez 89 gols. Baltazar, artilheiro do campeonato, marcou 27 deles.

Aliás, em um só partida, o atacante marcou 5 gols, na goleada por 6 a 0 em cima do XV de Jaú. Com isso, ele tornou-se, ao lado de Teleco e, mais recentemente de Fernando Baiano, um dos raros jogadores que marcaram cinco vezes na mesma partida.

Nos anos 20 e 30, Teleco fez cinco gols em três partidas: 8 a 1 no Bahia, em 1926, 8 a 3 no Paulistano em 1937 e 6 a 2 no SPR, também em 37.

O bicampeonato paulista não ficou marcado pelo jogo decisivo, mas sim pelas vitórias emocionantes, como a de 6 a 4 no Palmeiras, e a virada espetacular por 3 a 2 no Tricolor. Aliás, esse jogo contra o São Paulo serviu apenas para ratificar a conquista. Na rodada anterior, mesmo perdendo para o XV de Jaú, o Timão já havia garantido a festa de seu 14ª título paulista, um recorde.

O goleiro Gilmar, que estava na reserva de Cabeção, retomou a posição. Assim como os zagueiros Homero e Olavo e os médios, Idário, Goiano e Roberto, que participaram da campanha dos título de 1951 e 1952. Carbone, com 20 gols, também brilhou na conquista ao lado dos outros atacantes Cláudio, Luizinho e Rafael.


Campeão de 1951
Em pé: Cabeção, Baltazar, Touquinha, Jackson, Lorena, Murilo,
Idário, Carbone, Julião, Luizinho e Cláudio.


Campeão de 1952
Em pé: Gylmar, Idário, Olavo, Goiano, Homero e Roberto Belangero;
Agachados: Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael e Souzinha.

Campanha - Campeonato Paulista de 1951
02/06/1951 Nacional 2 X 3 Corinthians
09/06/1951 Corinthians 3 X 1 Ponte Preta
17/06/1951 Corinthians 5 X 2 XV de Piracicaba
23/06/1951 Comercial (capital) 2 X 9 Corinthians
29/07/1951 Corinthians 1 X 0 Radium
05/08/1951 Portuguesa 3 X 3 Corinthians
12/08/1951 Corinthians 7 X 1 Jabaquara (ex-Hespanha)
15/08/1951 Corinthians 3 X 0 Juventus
26/08/1951 Corinthians 4 X 0 São Paulo
09/09/1951 Portuguesa Santista 0 X 4 Corinthians
16/09/1951 Corinthians 4 X 1 Santos
23/09/1951 Guarani 0 X 4 Corinthians
30/09/1951 Corinthians 3 X 2 Ypiranga
07/10/1951 Palmeiras 3 X 2 Corinthians
20/10/1951 Corinthians 3 X 0 Nacional
28/10/1951 Ponte Preta 0 X 1 Corinthians
04/11/1951 XV de Piracicaba 2 X 3 Corinthians
11/11/1951 Corinthians 3 X 1 Comercial (capital)
17/11/1951 Corinthians 5 X 2 Radium
25/11/1951 Corinthians 3 X 7 Portuguesa
02/12/1951 Jabaquara (ex-Hespanha) 2 X 4 Corinthians
08/12/1951 Juventus 2 X 7 Corinthians
16/12/1951 São Paulo 1 X 4 Corinthians
30/12/1951 Corinthians 1 X 1 Portuguesa Santista
06/01/1952 Santos 2 X 4 Corinthians
13/01/1952 Corinthians 4 X 0 Guarani
19/01/1952 Ypiranga 0 X 3 Corinthians
27/01/1952 Corinthians 3 X 1 Palmeiras

Campanha - Campeonato Paulista de 1952
31/08/1952 Corinthians 3 X 2 Ponte Preta
07/09/1952 Corinthians 6 X 0 XV de Jaú
14/09/1952 Nacional 1 X 7 Corinthians
17/09/1952 Jabaquara (ex-Hespanha) 0 X 0 Corinthians
21/09/1952 Corinthians 6 X 2 Juventus
28/09/1952 Santos 2 X 3 Corinthians
05/10/1952 Corinthians 4 X 0 Ypiranga
12/10/1952 Radium 0 X 2 Corinthians
15/10/1952 Corinthians 4 X 0 Portuguesa Santista
19/10/1952 Corinthians 1 X 0 Comercial (capital)
26/10/1952 Corinthians 3 X 4 Portuguesa
02/11/1952 Corinthians 2 X 1 Palmeiras
05/11/1952 Corinthians 2 X 2 XV de Piracicaba
09/11/1952 Guarani 1 X 4 Corinthians
16/11/1952 Corinthians 1 X 2 São Paulo
23/11/1952 Ponte Preta 0 X 1 Corinthians
30/11/1952 Corinthians 3 X 0 Nacional
04/12/1952 Corinthians 5 X 0 Radium
07/12/1952 Portuguesa Santista 1 X 2 Corinthians
14/12/1952 Corinthians 2 X 1 Guarani
21/12/1952 Corinthians 1 X 3 Comercial (capital)
24/12/1952 Juventus 0 X 3 Corinthians
28/12/1952 XV de Piracicaba 2 X 1 Corinthians
31/12/1952 Ypiranga 1 X 2 Corinthians
04/01/1953 Corinthians 4 X 1 Santos
11/01/1953 Portuguesa 1 X 2 Corinthians
18/01/1953 Palmeiras 4 X 6 Corinthians
22/01/1953 Corinthians 2 X 0 Jabaquara (ex-Hespanha)
25/01/1953 XV de Jaú 3 X 1 Corinthians
01/02/1953 Corinthians 3 X 2 São Paulo

Campanha - Campeonato Paulista de 1951
J V E D GP GC
28 24 2 2 103 38
Campanha - Campeonato Paulista de 1952
J V E D GP GC
30 25 2 3 89 33

Compartilhe:

Voltar para o início da página


HOME  |  TODOS OS JOGOS  |  HISTÓRIA  |  TÍTULOS  |  JOGOS HISTÓRICOS  |  ÍDOLOS  |  ESCUDOS  |  CURIOSIDADES  |  HINO  |  + CORINTHIANS  |  MAPA DO SITE

QUEM SOU  |  CONTATO  |  MINHAS FOTOS  |  RECONHECIMENTO  |  COLABORADORES  |  CRÉDITOS E AGRADECIMENTOS

© 2007 - 2019 VICTOR HUGO BRIZOTTO GARCIA

Envie seu comentário, crítica ou sugestão para contato@todopoderosotimao.com Curta o Todo Poderoso Timão no Facebook!
Siga o Todo Poderoso Timão no Twitter!
Siga o Todo Poderoso Timão no Instagram!