Corinthians - Títulos
   Campeonato Paulista - 1977
Home Todos os Jogos Últimos Jogos Próximos Jogos História Títulos Jogos históricos Ídolos Escudos Curiosidades Hino + Corinthians Blog
 Campeonato
 Paulista
 1914
 1916
 1922/1923/1924
 1928/1929/1930
 1937/1938/1939
 1941
 1951/1952
 1954
 1977
 1979
 1982/1983
 1988
 1995
 1997
 1999
 2001
 2003
 2009
 2013
 2017
 Rio - São Paulo
 1950
 1953/1954
 1966
 2002
 Copa do Brasil
 1995
 2002
 2009
 Campeonato
 Brasileiro
 1990
 1998
 1999
 2005
 2011
 2015
 2017
 Campeonato
 Brasileiro Série B
 2008
 Libertadores da
 América
 2012
 Recopa
 Sul-Americana
 2013
 Mundial de
 Clubes
 2000
 2012
 Pequena Taça do
 Mundo
 1953
 Outros títulos
 Corinthians
 Todos os Jogos
 Últimos Jogos
 Próximos Jogos
 História
 Títulos
 Jogos Históricos
 Ídolos
 Escudos
 Curiosidades
 Hino
 + Corinthians
 Mais Futebol
 Almanaque das
 Copas
 Todos os Jogos
 das Copas
 O Autor
 Quem sou
 Contato
 Minhas fotos
 Reconhecimento
 Colaboradores
 Outros Sites
 Site Oficial
 Outros Links

Compartilhe:

Campeonato Paulista - 1977
O fim do jejum

22 anos, 8 meses e 6 dias.

Foi esse o tempo em que o corintinao demorou pra gritar campeão novamente, após a conquista do título e 1954.

A torcida não aguentava mais tanta gozação. Foi um verdadeiro martírio, mas que teve fim no sagrado ano de 1977. O fim das gozações. O reeencontro com os títulos.

Veio, como não poderia deixar de ser, de modo sofrido. Mas veio. Vamos ver como foi.

O Corinthians não começou bem o campeonato, que teve o Botafogo de Sócrates como vencedor do primeiro turno.

Restava vencer o segundo turno para continuar com chances no campeonato. E não deu outra. Em 18 jogos, o time vence 13 e vai disputar o título do turno. Na semifinal, ganha do São Paulo por 1 a 0. Na final, disputada no dia 31 de agosto, vence o Palmeiras por 1 x 0, gol de Geraldão aos 26 minutos do segundo tempo.

Vem o terceiro e último turno. Os oito melhores times do campeonato lutam por duas vagas. Com duas derrotas nos quatro primeiros jogos, o Corinthians é obrigado a vencer os três últimos compromissos, contra Botafogo, Portuguesa e São Paulo, para continuar respirando no torneio.

Ali o Corinthians mostrou que aquele título seria nosso. Venceu o Botafogo e a Portuguesa, ambos por 1 x 0, e o São Paulo por 2 x 1.

Com essas três vitórias o Timão vai para a final enfrentar a Ponte Preta, que contava com craques como Carlos, Oscar, Polozzi, Dicá e Rui Rei.

Finais

Como havia perdido três jogos para a Ponte durante o campeonato, sendo um em Campinas por 4 a 0, o Corinthians festejou a decisão da Federação Paulista de Futebol de colocar todos os jogos das finais no Morumbi.

No primeiro deles, dia 05 de outubro, vitória corintiana por 1 a 0, com gol de cara de Palhinha. O título estava perto, muito perto.

A torcida, feliz, já se preparava para fazer a grande festa no domingo, dia 9 de outubro. Com um simples empate, o título, finalmente, iria para o Parque São Jorge. Entusiasmada, a torcida do Timão compareceu em massa ao Morumbi e estabeleceu o recorde de público do estádio que dura até hoje: 146.082 espectadores (138.032 pagantes). É também o jogo de maior público da história do Corinthians.

Ver "Curiosidades - Maiores públicos do Corinthians".

O clima parecia propício para o fim do jejum. Mas, com a contusão de Palhinha no primeiro tempo, a incerteza começou a aparecer. O gol de Vaguinho, que substituíra o atacante, aos 43 minutos, parecia colocar tudo de volta ao normal e deixar a torcida em delírio. Vem o segundo tempo e, para desespero da Fiel, a macaca reage. Dicá, aos 22 minutos e Rui Rei, aos 33, viram o jogo e calam o Morumbi. A decisão estava adiada para quinta-feira à noite.

Apesar de não ser tão grande como no domingo, a torcida corintiana enche o Morumbi para ver aquele que seria o jogo da libertação, do fim do jejum, que já durava 22 anos, oito meses e seis dias.

A Redenção

13 de outubro de 1977. Uma data que entrou para a história do Corinthians e do futebol brasileiro. O Dia da Libertação Corintiana!

Começa a partida e logo de cara, aos 16 minutos, mais de 80 mil corintianos vêem o perigoso atacante Rui Rei reclamar com o juiz Dulcídio Wanderley Boschillia e ser expulso. Quem temia por uma nova tragédia passou a ficar mais aliviado.

Mesmo precisando de um empate no tempo normal e na prorrogação, o Corinthians foi para cima da Ponte. Geraldão, artilheiro do Timão naquele campeonato com 24 gols, quase abre o placar aos 39 minutos, após aproveitar um cruzamento de Vaguinho.

Chega o segundo tempo. Os dois times entram nervosos e muito cautelosos. O medo de tomar um gol fez com que as equipes ficassem apenas se defendendo. Em raros contra-ataques, o perigo aparecia. Em um deles Dicá, da macaca, cabeceia livre na área. Para fora.

Assustado, o técnico Brandão se levanta e manda o time para o ataque. Aos 36 minutos, Zé Maria bate uma falta pela direita. A bola percorre toda a pequena área e vai parar no pé de Vaguinho, que, de bico, chuta a bola no travessão do goleiro Carlos. Na volta, ela quica no chão e sobe para Wladimir cabecear. Em cima da linha, Oscar, também de cabeça, salva. Mas no rebote, a bola sobra para o pé direito de Basílio. O meia, com toda a força, faz então o esperado gol. Festa no Morumbi. Restavam apenas 8 minutos. Nessa hora, não havia mais esquema tático. Pouco antes de acabar, Oscar e Geraldão, que foi o artilheiro do campeonato com 24 gols, brigam e são expulsos. Aos 46, Dúlcidio pede a bola e encerra a partida: o Corinthians é campeão.

Fim do jejum. Fim do sofrimento.

Ver "Jogos históricos - Corinthians 1 x 0 Ponte Preta - Campeonato Paulista de 1977"

A torcida invade o campo e comemora com os seus ídolos. Brandão é carregado no colo, o presidente Vicente Matheus perde os sapatos, os jogadores ficam quase nus.

O coro de “é campeão” toma conta da noite paulista e invade a madrugada. A partir daí, surge um novo Corinthians. Acabaram-se os traumas e o time volta a ser o bom e velho vencedor. O gol de Basílio foi o mais importante da história corintiana. Veja seu depoimento sobre o jogo:

“A terceira partida da final do Paulistão de 77 foi a melhor que nós fizemos no campeonato. Jogamos determinados, fomos pacientes e também atrevidos. Tanto que, mesmo precisando do empate, fomos para cima da Ponte Preta. No primeiro tempo merecíamos ter feito uns dois ou três gols. Na segunda etapa, o jogo ficou equilibrado até o gol. O lance saiu de uma bola parada e eu, depois do bate-rebate, fiz o gol de direita e corri para a galera. Após o jogo, queríamos dar a volta olímpica, mas foi impossível. Pouco importa. O que valeu mesmo foi a festa e o fim do jejum.”

O artilheiro do Timão foi Geraldão, com 23 gols, um para cada ano de fila!


Em pé: Zé Maria, Tobias, Moisés, Ruço, Ademir e Wladimir;
Agachados: Vaguinho, Basílio, Geraldão, Luciano e Romeu.


A taça de 1977
(Foto: Arquivo Victor Hugo)

Campanha - Campeonato Paulista de 1977
1ª Fase
1º Turno
09/02/1977 Corinthians 2 X 0 Portuguesa Santista
13/02/1977 Ponte Preta 4 X 0 Corinthians
16/02/1977 Corinthians 3 X 0 Comercial (Ribeirão Preto)
19/02/1977 Paulista 0 X 2 Corinthians
24/02/1977 Ferroviária (ARARAQUARA) 0 X 0 Corinthians
27/02/1977 Marília 0 X 2 Corinthians
02/03/1977 Corinthians 0 X 1 Juventus
06/03/1977 Botafogo (Ribeirão Preto) 2 X 2 Corinthians
10/03/1977 Corinthians 2 X 0 Portuguesa
13/03/1977 Noroeste 1 X 0 Corinthians
20/03/1977 Santos 1 X 1 Corinthians
23/03/1977 São Bento (Sorocaba) 0 X 0 Corinthians
27/03/1977 Corinthians 0 X 3 Guarani
17/04/1977 Corinthians 1 X 0 São Paulo
20/04/1977 Corinthians 3 X 1 XV de Piracicaba
27/04/1977 Corinthians 3 X 0 América
08/05/1977 Palmeiras 0 X 0 Corinthians
11/05/1977 Corinthians 4 X 0 XV de Jaú
2º Turno
22/05/1977 Corinthians 2 X 0 São Bento (Sorocaba)
25/05/1977 Corinthians 5 X 1 Noroeste
29/05/1977 Corinthians 4 X 0 Santos
05/06/1977 XV de Jaú 3 X 0 Corinthians
09/06/1977 Corinthians 2 X 0 Botafogo (Ribeirão Preto)
12/06/1977 Guarani 2 X 1 Corinthians
19/06/1977 Portuguesa Santista 0 X 1 Corinthians
26/06/1977 Comercial (Ribeirão Preto) 0 X 1 Corinthians
02/07/1977 Corinthians 4 X 0 Paulista
10/07/1977 Portuguesa 1 X 0 Corinthians
17/07/1977 Corinthians 1 X 0 Juventus
24/07/1977 Palmeiras 4 X 2 Corinthians
27/07/1977 Corinthians 1 X 0 Marília
31/07/1977 América 1 X 2 Corinthians
10/08/1977 XV de Piracicaba 2 X 3 Corinthians
13/08/1977 Corinthians 3 X 1 Ferroviária (ARARAQUARA)
21/08/1977 Corinthians 1 X 0 São Paulo
25/08/1977 Corinthians 1 X 2 Ponte Preta
Semifinal (2º Turno)
28/08/1977 Corinthians 2 X 1 São Paulo
Final (2º Turno)
31/08/1977 Palmeiras 0 X 1 Corinthians
3º Turno
04/09/1977 Santos 2 X 2 Corinthians
11/09/1977 Corinthians 0 X 1 Ponte Preta
18/09/1977 Corinthians 2 X 0 Palmeiras
21/09/1977 Corinthians 0 X 1 Guarani
25/09/1977 Botafogo (Ribeirão Preto) 0 X 1 Corinthians
29/09/1977 Corinthians 1 X 0 Portuguesa
02/10/1977 Corinthians 2 X 1 São Paulo
Final
05/10/1977 Corinthians 1 X 0 Ponte Preta
09/10/1977 Corinthians 1 X 2 Ponte Preta
13/10/1977 Corinthians 1 X 0 Ponte Preta

Campanha - Campeonato Paulista de 1977
J V E D GP GC
48 30 6 12 73 38


Compartilhe:

Voltar para o início da página


Home  |  Todos os Jogos  |  História  |  Títulos  |  Jogos Históricos  |  Ídolos  |  Escudos  |  Curiosidades  |  Hino  |  + Corinthians  |  Mapa do Site

Quem sou  |  Contato  |  Minhas Fotos  |  Reconhecimento  |  Colaboradores  |  Créditos e Agradecimentos
© 2007 - 2018 Victor Hugo Brizotto Garcia

Envie seu comentário, crítica ou sugestão para contato@todopoderosotimao.com Curta o Todo Poderoso Timão no Facebook!
Siga o Todo Poderoso Timão no Twitter!
Siga o Todo Poderoso Timão no Instagram!