Corinthians - Ídolos
   Mano Menezes
 Visite o Blog!
 Home
 Corinthians
 Todos os Jogos
 Últimos Jogos
 Próximos Jogos
 História
 Títulos
 Jogos Históricos
 Ídolos
 Escudos
 Curiosidades
 Hino
 + Corinthians
 Blog
 Mais Futebol
 Almanaque das
 Copas
 Todos os Jogos
 das Copas
 O Autor
 Quem sou
 Contato
 Minhas fotos
 Reconhecimento
 Colaboradores
 Outros Sites
 Site Oficial
 Outros Links

Compartilhe:

Mano Menezes


*Texto escrito pelo colaborador Marcel Pilatti.

"Começa hoje o maior projeto do futebol brasileiro".

Com essa frase, Mano Menezes se apresentava ao Sport Club Corinthians Paulista, que naquele momento encarava o capítulo mais baixo de sua história: rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. E ironia das ironias: o Corinthians teve seu descenso decretado justamente após um empate contra o Grêmio de Futebol Porto Alegrense, equipe treinada por... Mano Menezes.

O gaúcho foi responsável por contratações importantíssimas no time que obteve uma das mais impressionantes campanhas da história da 2ª divisão (apenas 3 derrotas em 38 jogos): André Santos, Cristian, Chicão e Alessandro, entre outros, foram contratações daquele time, todos observados e recomendados por Mano. Futuramente, ainda seria responsável pelas vindas de Ralf e Paulinho.

Assim, é justo afirmar que foi Mano quem montou a base que viria a ser aperfeiçoada por Tite, culminando na conquista do Mundial de Clubes: entre a queda para a “segundona” e a vitória no Mundial da Fifa são exatos 5 anos.

Ao longo de sua jornada no alvinegro, haveria a série invicta contra o São Paulo Futebol Clube – como treinador corinthiano, Mano jamais perdeu para o rival do Morumbi –, duas finais consecutivas da Copa do Brasil (com uma taça) e o título invicto do Campeonato Paulista de 2009.

Naquele "projeto" mencionado por Mano em dezembro de 2007, também fez parte a mais importante contratação da história do futebol brasileiro: o atacante Ronaldo "Fenômeno" retornava ao Brasil depois de 14 anos de Europa, e foi o carro chefe da ressurreição do mito Corinthians.

Após uma bela campanha na Libertadores da América (6V, 1E, 1D) de 2010, que culminou na eliminação nas oitavas-de-final, Mano Menezes iniciou os trabalhos no Campeonato Brasileiro deixando a equipe na liderança, com apenas uma derrota nas primeiras rodadas.

No entanto, o treinador deixaria o clube para assumir outro grande projeto: treinar a Seleção Brasileira de Futebol.

Ver "Curiosidades - Técnicos - do Corinthians para a Seleção".

Com 103 vitórias em 185 jogos e aproveitamento de 64,5%, Mano saía do Corinthians pela porta da frente.

Três anos e meio depois, após uma passagem conturbada pela Seleção (seu maior feito foi a prata olímpica) e uma temporada no Flamengo (de onde pediu demissão, alegando que sua filosofia não era compreendida pela equipe), Mano retornou ao Corinthians.

Ainda que num clima diferente daquele de 2008, novamente cabia a Mano reformular a equipe. Algumas contratações que se revelaram fundamentais em meio a saídas de antigos nomes importantes deram o tom dessa segunda passagem.

No entanto, algumas eliminações (o time caiu ainda na primeira fase do Paulista e sofreu goleada histórica na Copa do Brasil) e a ausência de títulos – e, principalmente, a guerra política vivida pelo clube – fizeram com que Mano Menezes não tivesse seu contrato renovado para a temporada seguinte.

Com 33 dos 63 jogos vencidos e aproveitamento de 60,3%, Mano se despediu do Corinthians na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2014, levando o Timão novamente à disputa da Libertadores da América.

Dessa vez, o retorno pode não voltar a acontecer: "estou com o coração um pouquinho mais duro", disse Mano em sua coletiva de despedida.

FICHA TÉCNICA

Nome: Luiz Antônio Venker Menezes
Nascimento: 11/06/1962 – Passo do Sobrado – RS
Período em que treinou o Corinthians: de janeiro de 2008 a julho de 2010; e de janeiro a dezembro de 2014
Jogos: 248 (136 V, 64 E, 48 D)
Títulos: 1 Campeonato Brasileiro Série B (2008), 1 Campeonato Paulista (2009) e 1 Copa do Brasil (2009)

*Texto escrito pelo colaborador Marcel Pilatti.


Compartilhe:

Voltar para o início da página


Ado
Alessandro
Amílcar
André Santos
Baltazar
Basílio
Biro-Biro
Brandão
Cabeção
Carbone
Casagrande
Cássio
Chicão
Cláudio
Danilo
Del Debbio
Dentinho
Dida
Dinei
Dino Sani
Domingos da Guia
Edílson
Elias
Emerson Sheik
Ezequiel
Fábio Luciano
Fábio Santos
Felipe
Filó
Flávio Minuano
Gamarra
Gambinha
Geraldão
Gil (atacante)
Gil (zagueiro)
Grané
Guerrero
Gylmar
Henrique
Homero
Idário
Jadson

Jorge Henrique
Liédson
Luizão
Luizinho
Mano Menezes
Marcelinho
Neco
Neto
Olavo
Oreco
Oswaldo Brandão
Oswaldo de Oliveira
Palhinha
Paulinho
Paulo Borges
Rafael
Raphael Rodrigues
Ralf
Rato
Renato Augusto
Ricardinho
Rincón
Rivellino
Roberto Belangero
Romarinho
Ronaldo (goleiro)
Ronaldo Fenômeno
Ruço
Servílio
Sócrates
Sylvinho
Teleco
Tevez
Tite
Tuffy
Tupãzinho
Vagner Love
Vaguinho
Vampeta
Vicente Matheus
Viola
Wladimir
Zé Elias
Zé Maria
Zenon


Home  |  Todos os Jogos  |  História  |  Títulos  |  Jogos Históricos  |  Ídolos  |  Escudos  |  Curiosidades  |  Hino  |  + Corinthians  |  Blog  |  Mapa do Site

Quem sou  |  Contato  |  Minhas Fotos  |  Reconhecimento  |  Colaboradores  |  Créditos e Agradecimentos
© 2007 - 2017 Victor Hugo Brizotto Garcia

Envie seu comentário, crítica ou sugestão para contato@todopoderosotimao.com Curta o Todo Poderoso Timão no Facebook!
Siga o Todo Poderoso Timão no Twitter!
Siga o Todo Poderoso Timão no Instagram!